Publicado por: barueriemdia | dezembro 1, 2008

Bururu quer ‘despejar’ Polícia Militar de prédio da prefeitura de Jandira

Sem justificativa, prefeito de Jandira encaminhou à 4ª Cia da Polícia Militar ofício pedindo que instalações sejam desocupadas em até 30 dias 

Vanessa Dainesi
(polícia@webdiario.com.br)

Pesquisa: Jr. Holanda

 

 

Despejados. Este é o conteúdo do ofício encaminhado pela prefeitura de Jandira à sede da 4ª Companhia do 20º BPM/M (Batalhão Polícia Militar Metropolitano), na última semana. Com isso, a Polícia Militar tem 30 dias para procurar outras instalações e esvaziar o imóvel da rua Rubens Lopes Silva, no Centro. O prazo termina no próximo dia 14.

Na tentativa de sensibilizar o atual prefeito, os vereadores de Jandira, realizaram reunião na sede do 20º BPM, em Barueri, para estudar formas de manter a unidade em Jandira. Além disso, os vereadores avaliam a possibilidade de realizar ato público para fazer um abaixo-assinado que será entregue ao prefeito, Paulinho Bururu (PT).

O vereador Roberto Rodrigues (PSDB), o Betinho, garantiu que a comissão buscará formas de manter a 4ª Cia na cidade. “Esta foi mais uma das atitudes que o prefeito tomou de forma irresponsável. Digo isso porque além de vereador eu também sou morador desta cidade e esse comportamento vai gerar um transtorno grande para o município, já que estamos nos aproximando do período de festas”, explicou.

Já o vereador Altamir Cypriano (DEM), o Mi, também acredita que a atitude de despejar a PM possa trazer prejuízos para a população. “Este ato impensável pode trazer grandes conseqüências para a segurança da população, então, vamos unir força para buscar uma forma de manter o Batalhão em Jandira”.

O presidente da Câmara Municipal, Geraldo Teotônio (PT), o Gê, garantiu que a comissão de vereadores e moradores deve agendar uma reunião com o prefeito nos próximos dias. “Vamos procurar o prefeito e pedir que ele repense essa decisão, tenho certeza que ele vai se sensibilizar e deixar a 4ª Cia no lugar onde funciona atualmente”.

Segundo o comandante do CPA/M8 (Comando de Policiamento de Área 8) Sérgio Sabattini, a notificação foi uma surpresa para todos. “Assim que a companhia recebeu a notificação, o comandante da unidade entrou em contato para nos comunicar o fato que nos pegou de surpresa até porque o prazo para desocupação é muito curto, 30 dias, e todos sabemos que o processo para se locar um outro imóvel para a PM vai demorar um pouco mais”, disse o comandante que explicou que se não houver um aumento no prazo para desocupação, terá que remanejar a administração da companhia para Itapevi ou Barueri.

O prefeito Paulinho Bururu foi procurado para dar sua versão dos fatos, mas sua assessoria de imprensa comunicou que ele deve agendar coletiva com a imprensa para explicar o motivo que o levou a pedir o prédio. A Prefeitura não informou se pretende alojar a PM em outro imóvel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: